Felizes os que observam o direito e praticam a justiça em todo tempo! (SI106,3)

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Professores de Sobral vivem dias de angústia com as demissões do prefeito Ivo

"Hoje na sala estou feito um morto vivo, com o coração na mão, não consegui dá uma aula boa. Não consigo parar de pensar em quão é injusto tudo isso".  Esta foi uma frase de tantas outras postagem publicada no WhatsApp, que mostra a indignação dos professores da rede pública municipal de Sobral, após a anuncio de que o Prefeito Ivo Gomes, mandou demitir cerca de 300 professores. "Isto é muito humilhação para os professores", comentava uma ex-educadora da rede pública.
Os motivos que levaram o prefeito Ivo Gomes a tomar a decisão de demissão ainda não foram esclarecidos, mas comenta-se que seria para fugir da obrigatoriedade de ter que pagar o 13º salário, com o complemento da grade curricular.
Mas as decepções não pararam por ai: "Além do emprego está indo embora o orgulho de fazer parte de tudo isso...", comentava um outro educador, que também recebeu o aviso que seria demitido.
Manifestações, estão sendo marcada para acontecer por toda a cidade. Grupos e mais grupos, irão por toda a cidade, provar de que o governo Ivo Gomes para esta categoria é decepcionante.
Pais de alunos matriculados em escolas do município, também se manifestam: ''Oi bom dia quero partilhar com vc minha indignação com a gestão do atual prefeito. Sou moradora do Residencial Meruoca, minha filha estuda na Escola Tereza Rodrigues dos Santos. Esse ano só na turma dela trocaram de professoras 3x , não tem professora substituta fixa quando a professora precisa se ausentar sempre vai uma diferente; e hoje para a surpresa das mães e acredito que da professora também, demitiram a professora dizer que pra reduzir custos, só não estão vendo que as crianças estão prejudicadas com tantas trocas e adaptações gera um conflito emocional e psicológico. Essa ano mudou tudo pra pior na escola''.

As curtas do BLOG WILSON GOMES

1- O vereador Rogério Arruda apresenta Projeto de Decreto Legislativo que outorga título de cidadania ao médico João Augusto Leitão Filho.

2- Vereador Giu Vasconcelos, está solicitando através de requerimento já aprovado na Câmara, a pavimentação asfáltica para as ruas; Vereador Félix Dias Ibiapina, Vereador Joaquim Barreto Lima, Vereador João Passos Dias, no bairro das Nações.

3- Vereador do SD, Sargento Ailton Marcos está solicitando da Prefeitura de Sobral a pavimentação asfáltica, da rua Irmã Zita, no bairro Padre Palhano.

Após jantar com Temer, Dória diz que decisão sobre Aécio foi "serena e soberana"



O prefeito de São Paulo, João Dória, jantou na noite desta terça-feira (17) com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu. Ocorrida horas antes, a votação no Senado que determinou o retorno de Aécio Neves (PSDB-MG) às atividades na Casa foi um dos assuntos no jantar, segundo admitiu o prefeito. Para Dória, tratou-se de uma decisão “pró-Congresso”.
“Falamos e entendemos que foi uma decisão serena e soberana do Congresso Nacional. Não apenas estabeleceu essa situação em prol do senador Aécio Neves, circunstancialmente do nosso partido, mas também de proteção ao Congresso Nacional. Eu diria que não foi uma decisão pró-Aécio, mas pró-Congresso”, disse Dória, na saída.
O jantar durou cerca de duas horas e o prefeito foi o único convidado de Temer. Segundo Dória, a economia foi o principal tema da noite. O prefeito apresentou dados sobre a economia de São Paulo, afirmou que a cidade vem se recuperando e os índices nos últimos dois meses são “bons de uma forma geral” na indústria, no comércio, setor de serviços e agronegócio.
Ambos confirmaram presença no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. O fórum acontecerá entre 23 e 26 de janeiro de 2018. Tanto Temer quanto Dória serão palestrantes e o prefeito se mostrou satisfeito com o evento. “Davos é a maior caixa de ressonância da economia mundial. Eu lá serei palestrante e o presidente Temer também estará lá. O Brasil terá, pela primeira vez nos últimos quatro anos, informações positivas a oferecer aos grandes investidores internacionais”.
O presidente e o prefeito jantaram camarão com mandioquinha, salada e frutas de sobremesa. Embora tenha negado que a votação da denúncia contra o presidente na Câmara tenha sido conversada, Dória afirmou que Temer está “tranquilo e sereno”.
“Vi o presidente tranquilo em relação a isso e também bastante sereno em relação a este tema. Acho que o Congresso saberá tomar a decisão que for mais equilibrada, reproduzindo as manifestações dos votos que, a partir de amanhã, serão promulgados pelos parlamentares”.

Com informações, Agência Brasil

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Zé Vital usa a tribuna e é contra portaria que limita atividades de enfermeiros



O vereador do PMDB, Zé Vital, esteve ocupando a tribuna do Plenário 5 de Julho na sessão de segunda-feira, e, aproveitou para falar em defesa dos enfermeiros que por conta de uma decisão judicial que “deferiu a suspensão parcial da Portaria Ministerial nº 2488/2011, proíbe em parte ao Enfermeiro requisitar exames, evitando assim, que realize diagnósticos sem orientação médica.” Zé Vital acredita que essa decisão irá multiplicar o tempo de esperar nas filas. "A Enfermagem é uma categoria que está na linha de frente da saúde deste país, há séculos lutando pela valorização profissional, buscando seu espaço e cumprindo com suas demandas", disse Zé Vital. 
Através de liminar, que enfermeiro não pode realizar consultas na qual oferece ao paciente diagnostico de doenças e a prescrição de exames e medicamentos, bem como o encaminhamento para outros profissionais ou serviços. A liminar suspendeu os efeitos da Portaria nº 2488, de 21 de outubro de 2011, editada pelo Ministério da Saúde. Para o vereador Zé Vital, isso poderá trazer uma mal para a saúde pública, uma vez que um médico depende do enfermeiro e o enfermeiro depende do médico quando estão em atividades profissionais.
Antes a vereadora Alessandra Ponte, que é ligada à categoria, já havia discursado neste sentindo e convocado todos para uma mobilização que vai acontecer Sobral.

Projeto de autoria do vereador Tiago Ramos que garante "primeiro emprego" aprovado



O vereador Tiago Ramos foi um dos parlamentares presente na sessão de segunda-feira, que usou a tribuna e mais uma vez uma vez falou sobre os inúmeros pedidos feitos para melhorar a vida dos moradores da Vila Recanto. O vereador do PMDB, apresentou um vídeo em que mostrou a espera por mais de duas décadas da construção de praça na Vila Recanto 1. O vereador também cobrou da Prefeitura explicação sobre a cobrança de uma taxa de serviço, esgoto, que não contempla os moradoras, uma moradora denuncia que paga quase R$ 100,00 por um serviço que não existe.

Tiago Ramos viu ser aprovado na mesma sessão projeto de indicação, que garante a implantação de um programa “Meu primeiro emprego” que garantirá a contração de iniciantes no mercado de trabalho. O projeto segue agora para a segunda votação que deverá acontecer nesta terça-feira.

Prefeitura de Sobral abre seleção pública para gestores escolares



A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Educação, abriu inscrições, nesta segunda-feira (16), para seleção pública para os cargos de diretor e coordenador pedagógico. Para participar do processo seletivo, os candidatos devem ter ensino superior completo em Pedagogia ou áreas afins.

Os interessados têm até o dia 27 de outubro para realizar a inscrição online no link https://goo.gl/pfKz3z. A solicitação de isenção deverá ser realizada de 16 a 18 de outubro. O resultado da análise da solicitação será divulgado no dia 20 de outubro de 2017.

A seleção será realizada pela Escola de Formação Permanente do Magistério e Gestão Educacional (Esfapege) em cinco etapas: prova escrita, curso de formação, provas situacionais, entrevista e análise de títulos. As inscrições deferidas e locais de provas deverão ser divulgadas no dia 31 de outubro, no blog da Secretaria da Educação http://seducsobral.blogspot.com.br. A data prevista para aplicação da prova escrita será dia 5 de novembro. O resultado final do processo será divulgado no dia 23 de dezembro de 2017.

- Faça sua inscrição AQUI https://goo.gl/pfKz3z
- Leia o edital publicado no Diário Oficial do Município, nº 166, página 5   http://www.sobral.ce.gov.br/diario/DOM166.pdf

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Radialista denuncia que construção de quadra foi abandonada e cobra explicação do prefeito Ivo

O radialista Carlos Ritchelly, que apresenta o programa "Em dia com a política", na Rádio Tupinambá, está denunciando que a gestão do prefeito está deixando para trás uma obra que seria uma quadra coberta. Segundo o radialista, a construtora sem explicação nenhuma abandonou o canteiro há mais de 25 dias. "A Comunidade do Bairro Residencial Meruoca. Quer uma resposta do nosso Prefeito Ivo Gomes e do nosso secretário David Bastos", descreve Ritchelly em sua página no Facebook. Em pouco tempo tempo começaram os comentários:  "Em qual calendário esta obra está parada em apenas 25 dias ? Fazem muito mais amigo" - José Carlos Dias. O jornalista Silveira Rocha - "Vixe. Imagina se fosse outra Vila Olímpica.rss"

Sesc realiza campanha Outubro Rosa em Sobral



A importância da prevenção do câncer de mama é destaque em campanha realizada pelo Sesc*, braços social do Sistema Fecomércio-CE, em Sobral. O Outubro Rosa alerta sobre a importância do diagnóstico precoce e do cuidado com a saúde da mulher.
Durante o mês são realizadas ações como distribuição de material educativo, palestras e roda de conversa. Além disso, acontece também exibição de vídeos e tarde de lazer. As participantes das atividades são orientadas sobre a importância do auto-exame, além de participar de ações lúdicas e receber brindes e laços cor-de-rosa, símbolo da campanha.

Sobre o Outubro Rosa
O Outubro Rosa é uma campanha internacional que acontece desde a década de 90 a fim de conscientizar as pessoas sobre a prevenção do câncer de mama. O laço cor-de-rosa integra o movimento no mundo inteiro como símbolo da campanha, que visa à integração da população na causa.


Programação

Palestras em escolas públicas e empresas 
Data: 16 a 20/10                         
     (orientação sobre prevenção ao câncer de mama seguido de distribuição de material educativo e preventivo e exposição monitorada)

Roda de conversa: Prevenção ao câncer de mama para as Turmas da EJA Sesc – Com enfermeira Gabriela Sampaio
Local: Clube Sesc Junco (Rua Clotário Aguiar Araújo, 86) 
Data: 17/10
Horário: 19h

domingo, 15 de outubro de 2017

Funaro: Aníbal Gomes recebeu R$ 200 mil para votar pelo impeachment, mas faltou



Em um dos depoimentos da sua delação à Procuradoria-Geral da República (PGR), Lúcio Funaro acusa o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB) de receber R$ 200 mil do então presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha (PMDB) para votar a favor do impeachment de Dilma Rousseff (PT). O cearense teria recebido o valor adiantado, mas, no dia, não compareceu à votação.
“Tem um caso que é até hilário, mas um dos deputados que ele (Cunha) comprou e pagou antecipado, pelo que ele me disse, foi o Aníbal Gomes. Disse que ele tinha pago pro Aníbal gomes R$ 200 mil, pro Aníbal Gomes votar favorável ao impeachment da Dilma. O que aconteceu: o Aníbal Gomes não veio no dia da votação, faltou, e isso aí era a mesma coisa que votar a favor da Dilma. Aí ele (Cunha) ficou louco”, conta Funaro.
O valor era parte de uma propina de R$ 1 milhão entregue a Cunha para comprar votos de parlamentares a favor do impeachment. Funaro não sabe apontar todos os deputados que teriam recebido dinheiro, mas diz acreditar que o recurso teria sido usado todo para este fim.
“Ele (Cunha) me pergunta se eu tinha disponibilidade de dinheiro, que ele pudesse ter algum recurso disponível pra comprar algum voto ali favorável ao impeachment da Dilma. E eu falei que ele podia contar com até R$ 1 milhão e que eu liquidaria isso para ele em duas semanas no máximo”, relata.

O outro lado
Procurado, Aníbal afirmou que a acusação era “a coisa mais absurda do mundo” porque ele não conhecia o Funaro e estava operado da coluna em São Paulo no dia da votação. “No impeachment da presidente eu estava operado em São Paulo da coluna, com uma prótese. Nunca recebi proposta nenhuma”, rebate. “No dia, eu acho que estava até na UTI”.
Por meio de nota, Cunha negou acusações. “Repudio com veemência o conteúdo e se trata de mais uma delação sem provas que visa a corroborar outras delações também sem provas, onde o delator relata fatos que inclusive não participou”, disse.

Com informações, O Povo.

DÚVIDA?

DÚVIDA?